soluções saudáveis para o seu dia-a-dia.

Como ajudar seus funcionários a produzir mais

26/09/12

 

Um dos fatores mais importantes que justificam a queda dos resultados da empresa, e que nem sempre é observado com a devida importância, é a situação da saúde de seus funcionários. A empresa CPH Health revelou em uma pesquisa que a grande maioria dos profissionais sofre de estresse, ansiedade, são obesos ou estão acima do peso, não praticam atividades físicas suficientes ou trabalham sentados a maior parte do dia. A falta de atenção das empresas em relação a essas situações é o que acaba trazendo prejuízo para elas mesmas, pois a maior parte dos funcionários acabam optando por ir trabalhar doentes, o que compromete o seu rendimento.

O médico e profissional de saúde corporativa Ricardo De Marchi da CPH Health, afirma que 60% dos custos de assistência médica e perda de produtividade das empresas se devem a este tipo de comportamento. O que a maioria das organizações não percebe é que será mais vantajoso um funcionário em casa cuidando de sua saúde do que trabalhando sem condições de se curar rapidamente e consequentemente produzindo menos.

Ricardo De Marchi: “É como um time de futebol. Se o Jogador está machucado, ele vai ter um desempenho pior e a equipe vai ter uma produtividade menor.”

Formas de prevenção:

Ambiente de trabalho saudável: para isso é muito importante observar os comportamentos negativos dos funcionários, reconhecer os bons hábitos praticados por eles e sempre diagnosticar o estado de saúde de cada um.

Monitoramento dos funcionários de alto risco: depois de estar a par do quadro de saúde de todos os funcionários, é indicado dar uma atenção especial aos que estão indo ao médico com mais frequência. Essa é uma forma dos gestores e o RH saberem como ajudar a reduzir e evitar os riscos de uma piora no quadro do funcionário e prever os efeitos de sua ausência na produtividade do departamento.

Intervenções educacionais: identificado o estado de saúde e comportamento de seus profissionais, é hora do RH entrar com as intervenções educacionais. Programas de práticas de exercícios físicos, treinamentos, palestras e implementação de programas de reeducação alimentar, incentivar uma boa alimentação durante a jornada de trabalho são métodos muito eficazes.

“Depende do dinheiro que a empresa pode investir e da criatividade. Se tiver uma equipe educada, informada, responsável em relação à própria saúde , a empresa terá boa parte desse quadro resolvido”, diz Ricardo De Marchi.

Fonte: Exame.com

ManáSaúde para a empresa 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Rua Aurélia, 1901 - Vila Romana / São Paulo - Fone: 11 2925 8350